Historial
 
 
Éramos duas jovens estudantes (Leonor Pinheiro e Emília Santos) da Escola Secundária Francisco Sá de Miranda, em Braga. Em 1998, na altura frequentávamos o 10º ano de escolaridade, fomos convidadas pela nossa professora de educação física para participar num treino de Lutas Amadoras na nossa escola. Aceitamos o desafio.
Depois de alguns treinos, o treinador, prof. Jorge Marques, inscreveu-nos na Federação Portuguesa de Lutas Amadoras (FPLA). Passamos a representar a escola nas provas nacionais e associativas. A primeira prova em que participámos foi no campeonato regional, realizada a 21 de Março desse mesmo ano, em Coimbra.
Passado algum tempo, Emília Santos começou a levar para os treinos o irmão, José Carlos, que estudava numa escola lá perto e no tempo de treinos até estava disponível. Mais tarde, outro irmão, António, que na altura estudava em Barcelos, também se mostrou interessado em treinar.
Sem dar conta, estávamos a treinar quatro pessoas da mesma freguesia no Liceu Sá de Miranda, duas a estudar em Braga e outras duas em Barcelos (entretanto Leonor Pinheiro foi estudar para Barcelos).
No final do ano de 1999, o Prof. Jorge Marques, incentivou-nos a formar um clube, na nossa freguesia. Mais uma vez, aceitámos o repto e conseguimos ser o primeiro clube da zona.
Éramos jovens e precisávamos de apoio. Na altura, dirigimo-nos ao Sr Amadeu Lopes (que fazia parte da direcção da Casa do Povo de Martim) para apresentar o nosso projecto. A ideia de apoiar a filiação do clube foi bem recebida e, de imediato, foram filiadas quatro pessoas no clube (Leonor Pinheiro, Emília Santos, José Santos e António Santos).
O clube Casa do Povo de Martim teve a sua primeira participação no Torneio Humberto Vieira Caldas, a 27 de Janeiro de 2001. Participaram Leonor Pinheiro e Emília Santos, no escalão absolutos e categorias diferentes, ambas vencedoras de grupo, obtendo a classificação de 1º lugar por equipas feminino.
Entretanto, a equipa de Lutas Amadoras da Casa do Povo de Martim tem participado em torneios e provas a nível regional, nacional e internacional, sempre conseguido trazer medalhas para casa. Além de primeiros e segundos lugares a nível regional e nacional, destaca-se o atleta Carlos Rodrigues que já é bi-campeão nacional de lutas amadoras.
 
 
   
   
   
 
   
   
 
   
   
 
 
     
  Copyright 2007 Junta de Martim. Todos os direitos reservados. handmade by "Brainhouse e Tripledesign"